VIAAS - Vias de Interculturalidade na Área do Asilo
 Apresentação   A1 Preparação   A2 Desenvolvimento   A3 Disseminação   Parceria Transnacional   Produtos     Site PASSI     Contactos 
1. O e-learning como veículo privilegiado para a sensibilização e formação na área dos Direitos Humanos
2. Guia de Boas Práticas para Integração de Imigrantes e Refugiados nos Centros de Formação Profissional
3. Modelo Integrado de Acolhimento, Orientação e Formação de Base para a Inclusão de Públicos em Particular Situação de Exclusão Social
 
1. O E-LEARNING COMO VEÍCULO PRIVILEGIADO PARA A SENSIBILIZAÇÃO E FORMAÇÃO NA ÁREA DOS DIREITOS HUMANOS
Beneficiários:
Organizações interessadas em utilizar o e-learning como forma de divulgar informação e produzir conhecimento.
O que é o Produto
O produto é uma plataforma de e-learning, com conteúdos temáticos sobre refugiados, asilo e migrações forçadas. Tem um percurso ("curso") de formação para a sensibilização, em modo assíncrono, com duração de 30 horas. A plataforma pode ser adaptada para qualquer área temática, requerendo a elaboração de conteúdos adequados. As metodologias e os instrumentos utilizados são:
Para que serve o produto
O produto serve para facilitar a construção de novas plataformas e-learning dirigidas à formação para a sensibilização, em qualquer área temática, e a sua aplicação permite:
  • Estimular os participantes/aprendentes a reflectir, debater e "construir conhecimento", via e-learning;
  • Organizar sistematicamente informação dispersa em conteúdos formativos.

Mais valias do Produto
O produto pretendeu responder a dois problemas:
1) Falta de oferta formativa na área do asilo e refugiados;
2) Procura em aceder a formação nesta área por parte de muitos interessados geograficamente dispersos.
A solução implementada foi a criação de um curso de sensibilização via e-learning, dirigido a todos os interessados no tema, e sem fortes restrições no acesso (exceptuando: 1-Acesso à Internet 2- Domínio do português 3-Nº de lugares disponível por acção).
As suas mais valias são:
  • Potencial muito forte de mobilização de equipas alargadas: formadores, especialistas convidados, moderadores e participantes/aprendentes;
  • Maior igualdade no acesso à formação, criada pela anulação das distâncias físicas e a grande flexibilidade de horários, possibilitadas pela Internet;
  • Permite a transformação da informação em conhecimento: os participantes/aprendentes constroem eles próprios conhecimento novo a partir das reflexões e dos trabalhos produzidos;
  • Possibilita a construção de percursos individuais de aprendizagem, de acordo com as características e interesses dos participantes/aprendentes;
  • Permite o alargamento das redes de contactos e de aprendizagem.
Os aspectos distintivos são:
  • Implementação e manutenção com custos relativamente baixos: a plataforma tecnológica utiliza sofware gratuito e open-source (www.moodle.org) e demonstrou deter todas as funcionalidades necessárias;
  • Acessibilidade da plataforma: a maior parte dos participantes aprendeu a utilizá-la intuitivamente e sem apoio do formador;
  • Conteúdos simples e acessíveis, que abrem perspectivas e remetem para pesquisas futuras.
A quem interessa o produto
Organizações interessadas em utilizar o e-learning como forma de divulgar informação e produzir conhecimento.
Testemunhos de utilizadores e de beneficiários
  • "O sistema de e-learning é óptimo para quem, como eu, tem condicionalismos temporais e espaciais. A actualização de competências nem sempre é compatível com a vida profissional e familiar."
  • "A plataforma é muito funcional, fácil de utilizar."
  • "Fiquei surpreendida com a interacção entre os participantes permitida por ensino via e-learning. A diversidade geográfica foi outro dos aspectos para mim surpreendentes." Comentários diversos de participantes na Acção 1 (Set. - Out. 2007)

Suportes do Produto:
Suporte na Web, através da plataforma tecnológica "Moodle" - Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment" (www.moodle.org). Curso disponível em: www.cpr.pt/e-cpr
Autor:
Conselho Português para os Refugiados - CPR
A quem recorrer para saber mais sobre o Produto.
Contactos:
  • Bárbara Mesquita, Coordenadora de Projectos
    barbara.mesquita@cpr.pt
  • Fernando Pereira, Coordenador do curso e e-formador
    fernando.pereira@cpr.pt

    Conselho Português para os Refugiados - CPR
    Av. Vergílio Ferreira, Lt. 764 - Lj. D/E - 1950-339 LISBOA
    Tel. +351 21 8314372 / Fax: +351 21 8375072
    www.cpr.pt / www.refugiados.net
    Acesso ao Produto:



    2. GUIA DE BOAS PRÁTICAS PARA INTEGRAÇÃO DE IMIGRANTES E REFUGIADOS NOS CENTROS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL
    Beneficiários
    Centros de Formação Profissional; Centros Novas Oportunidades (CNOs); Centros de Formação Empresarial; Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP); Autarquias Locais; Associações de Desenvolvimento Local; Associações de Imigrantes; ONG's; requerentes de asilo, refugiados e imigrantes.
    O que é o Produto
    • É um instrumento de trabalho pensado para ajudar a melhorar a integração e a performance de imigrantes e refugiados em planos de formação e qualificação profissional;
    • É um conjunto de boas práticas decorrentes da experiência quotidiana, do trabalho e das inter-relações profissionais e solidárias, protagonizadas por agentes e actores da transformação social (requerentes de asilo, técnicos de acolhimento e integração, formadores, gestores da formação, etc.).
    • Tem uma metodologia integrada que só é eficaz no contexto de uma parceria, e que conjuga vários recursos:
    • Ensino de português língua estrangeira (PLE), dirigido
    • Actividades de sensibilização
    • Apoio aos filhos dos/as formandos/as
    • Apoio psico-social
    • Apoio jurídico
    • As boas práticas são apresentadas tendo em conta o trajecto do/a formando/a:
    • Antes, durante e depois da formação profissional.
    Para que serve o produto
    • É uma solução integrada e articulada, que permite a integração, de uma forma mais rápida e eficaz dos imigrantes e refugiados na formação profissional, dotando-os, num curto espaço de tempo, das competências necessárias para que seja mais fácil a sua integração no mercado de trabalho e mais bem sucedida a realização dessa formação;
    • É um processo que assenta numa abordagem individualizada e na procura de soluções à medida.
    Mais valias do Produto
    • Os beneficiários participam em todo o processo (apoio à família, apoio de PLE, planeamento, etc.);
    • Leva ao aumento de competências profissionais e à aquisição de competências sociais e pessoais;
    • Evidencia as mais valias dos refugiados e imigrantes para a sociedade de acolhimento (domínio das línguas estrangeiras, riqueza cultural e da sua história de vida, etc.);
    • Torna os participantes mais competitivos no mercado de trabalho e aumenta as suas possibilidades de encontrar um emprego qualificado;
    • Permite o desenvolvimento de competências de comunicação e relacionamento e a criação de novas redes sociais;
    • Torna os beneficiários mais autónomos e permite a reconversão profissional;
    • Potencia o alargamento do público dos Centros de Formação;
    • Leva à implementação de novas metodologias e técnicas de formação;
    • Conduz a novas parcerias e novos protocolos (alargamento da rede de contactos).
    Os seus aspectos distintivos são:
    • É um produto Integrado e Integrador;
    • Adopta uma abordagem individualizada e que procura soluções à medida;
    • Resulta de uma construção colectiva e participada (pelos dirigentes, técnicos, formadores, requerentes de asilo, etc.);
    • Leva à intervenção a vários níveis em simultâneo;
    • Permite o aumento de competências profissionais e, simultaneamente, o aumento de competências sociais e pessoais.
    A quem interessa o produto
    Centros de Formação Profissional; Centros Novas Oportunidades (CNOs); Centros de Formação Empresarial; Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP); Autarquias Locais; Associações de Desenvolvimento Local; Associações de Imigrantes; ONG's; requerentes de asilo, refugiados e imigrantes. O produto está actualmente a ser incorporado pelo CRISFORM - Centro de Formação para o Sector da Cristalaria (Marinha Grande) e pelo CENFIC - Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Sul (Lisboa).
    Testemunhos de utilizadores e de beneficiários
    • "Eu fiz este curso porque se não frequentasse este curso eu acho que só conseguia trabalho de outras áreas mais baixas, porque não temos aqui habilitações profissionais. Para mim é muito importante o curso profissional." - Formando refugiado, pp. 17 do Guia
    • "Houve uma preparação prévia dos formadores. E isso foi fundamental para existir uma maior receptividade." - Formador do CFPSA, pp. 23 do Guia
    • "A experiência foi muito positiva para nós (formadores e técnicos). Tivemos oportunidade de conhecer outras culturas, contactar com vivências. Ficámos mais sensíveis a este público (refugiados) e também para outros similares (imigrantes e minorias étnicas)." - Formador do CFPSA, pp. 31 do Guia
    Suportes do Produto
    Brochura descritiva, disponível em suporte papel (impressa) e on-line em:
         
    http://viaas.refugiados.net/produtos.html
    Autores:
    Centro de Formação profissional para o Sector Alimentar - CFPSA
    Conselho Português para os Refugiados - CPR
    A quem recorrer para saber mais sobre o Produto. Contactos:
    Maria José Costa - Coordenadora do Centro Novas Oportunidades (CNO)
    Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar - CFPSA
    Av. 25 de Abril, 22 - 1679-015 Pontinha
    Tel. +351 - 21 478 95 00 / Fax. +351 - 21 479 61 20
    maria.costa@cfpsa.pt

    Tito Campos e Matos - Coordenador do Projecto VIAAS
    Conselho Português para os Refugiados - CPR/Centro de Acolhimento para Refugiados
    Rua Senhora da Conceição - 2695-854 Bobadela-Loures
    Tel.: +351 - 21 994 34 31 / Fax: +351 - 21 994 87 19
    tito.matos@cpr.pt

    Acesso ao Produto:



    3. MODELO INTEGRADO DE ACOLHIMENTO, ORIENTAÇÃO E FORMAÇÃO DE BASE PARA A INCLUSÃO DE PÚBLICOS EM PARTICULAR SITUAÇÃO DE EXCLUSÃO SOCIAL
    Beneficiários
    Públicos com particulares dificuldades de inserção (ex: requerentes de asilo, refugiados, imigrantes, desempregados de longa duração, mulheres e homens em fase de (re)inserção, ex-toxicodependentes, ex-reclusos), com as seguintes características: Adultos, maiores de 18 anos; Com escolaridade inferior ao 3º ciclo do ensino básico; Com necessidade de apoio na definição de um projecto de vida.
    O que é o Produto
    O produto é uma intervenção experimental, integrada, personalizada e preparatória da integração de públicos em situação de exclusão social, que, sustentada no balanço de competências, permite a (re)definição de um projecto de inserção socio-profissional ajustado às competências das pessoas. Este modelo está estruturado nos seguintes eixos:
    • Envolvimento e implicação de uma parceria
    • Identificação e acolhimento dos casos
    • Complementaridade de actuações - diagnóstico, encaminhamento, formação e acompanhamento
    • (Re)definição estratégias de desenvolvimento do projecto
    • Partilha de informação - "troca" de recursos"
    • Actuação integrada - necessidades sociais básicas
    • Definição do projecto de integração socio-profissional
    • Optimização de competências
    • Medidas complementares (actividade de voluntariado)
    Para que serve o produto
    O produto serve para a (re)definição de um projecto de inserção socio-profissional ajustado às competências das pessoas. Permite apoiar os/as técnicos/as e as organizações em processos de reconhecimento e validação de competências dirigidos a públicos em particular situação de exclusão social, pelo que propõe:
    • A orientação escolar/profissional deve corresponder a um programa integrado que vise ajudar os públicos a construírem uma nova identidade (pessoal, social e profissional);
    • A orientação deve ser coerente com a história de vida individual;
    • Ter em consideração a (auto)avaliação das competências e interesses dos indivíduos;
    • A antecipação de integração em formação - incentivando uma atitude pró-activa perante o novo ambiente;
    • O "portefólio de competências" enquanto uma técnica eficaz de orientação para a autonomia;
    • Os métodos activos orientados para o desenvolvimento de capacidades de autonomia, iniciativa, auto-aprendizagem, trabalho em equipa, transferência de saberes e resolução de problemas.
    Mais valias do Produto
    • É uma nova resposta/recurso no domínio do reconhecimento de competências;
    • Promove o reconhecimento e valorização das competências informais, pessoais e sociais;
    • Baseia-se no envolvimento na tomada de decisão e numa forte participação;
    • Requer um trabalho em parceria e em rede por forma a:
    • Rentabilizar recursos
    • Integrar diferentes perspectivas e complementar competências
    • Estimular uma abordagem integrada, que responda à complexidade dos actuais desafios de integração das pessoas em situação de exclusão social
    • Reforçar as capacidades dos intervenientes e promover o desenvolvimento de competências.
    Os seus aspectos distintivos são:
    • É um processo formativo também dirigido a pessoas indocumentadas, que lhes permite:
    • Definição do projecto de integração socio-profissional;
    • Alargamento da rede de relações pessoais e sociais;
    • Aceder a apoio e acompanhamento jurídico e sócio-económico (também como garantia da frequência efectiva das acções reduzindo-se assim as possibilidades de desistência e de insucesso).
    • Está estruturado em metodologias flexíveis e engloba:
    • Cidadania;
    • Desenvolvimento de temas geradores / portefólios temáticos;
    • Criação de novos instrumentos - diagnóstico, formação e avaliação.
    A quem interessa o produto:
    Centros Novas Oportunidades - CNOs e Centros de Formação Profissional. O Modelo está actualmente a ser incorporado pelo Centro de Formação Profissional para o Sector Terciário (Lisboa).
    Testemunhos de utilizadores e de beneficiários
    • "Para mim o processo de reconhecimento de competências (RC) é importante porque vai ajudar-me a preparar o meu futuro (…) quero saber quais são as minhas competências e os conhecimentos que adquiri desde criança até agora (…) o que espero é conseguir resolver o problema da minha legalização para depois fazer um curso e procurar trabalho." - Refugiado beneficiário, pp. 31 do Modelo
    • "Trabalhar com Bodry (nome fictício) foi muito gratificante considerando o seu empenho e determinação para alcançar os seus objectivos numa sociedade tão diferente daquela em que cresceu (…)." - Técnica de RC, pp. 34 do Modelo
    Suportes do Produto
    Brochura descritiva, disponível em suporte papel (impressa e com anexos em CD-ROM) e on-line em
    http://viaas.refugiados.net/produtos.html
    Autor(es):
    Conselho Português para os Refugiados - CPR
    Santa Casa da Misericórdia de Lisboa - SCML
    A quem recorrer para saber mais sobre o Produto. Contactos:
    Ana Cameira - Responsável pelo Centro Novas Oportunidades (CNO)
    Santa Casa da Misericórdia de LISBOA - SCML
    Largo Trindade Coelho - 1200-470 Lisboa
    Tel.: +351 21 3235442 / Fax: +351 21 3235581
    crvcc.asi@scml.pt

    Tito Campos e Matos - Coordenador do Projecto VIAAS
    Conselho Português para os Refugiados - CPR/Centro de Acolhimento para Refugiados
    Rua Senhora da Conceição - 2695-854 Bobadela-Loures
    Tel.: +351 - 21 994 34 31 / Fax: +351 - 21 994 87 19
    tito.matos@cpr.pt

    Acesso ao Produto: